Artigos

A tênue dualidade ideológica do Justiceiro em Daredevil

the-punisher-teaser-daredevil-spicypulp

De acordo com historiadores e especialistas no campo do Direito, o Código de Hamurabi, criado pela civilização mesopotâmica, é indicado como o primeiro exemplo de conceito legal. Com ele se estabelece a ideia para a formação de um sistema jurídico primitivo, tendo como base a máxima da Lei de Talião, “olho por olho, dente por dente”, amplamente citada em textos bíblicos e relatos antigos. Tendo sua pena proporcional ao delito cometido, é perceptível a falha de um sistema que desde cedo já apresenta a ideia do privilégio com base na estratificação, já que a pena variava de acordo com a classe social do indivíduo.

Soldado exímio, exemplo a ser seguido por seu pelotão e herói consagrado entre as forças militares do exército americano. Entre tantos adjetivos, Frank Castle carrega consigo o maior deles: ser um pai exemplar para dois filhos. Uma família perfeita com um mãe perfeita, a casa perfeita e o pai com o emprego perfeito é a representação do sonho americano que durou por décadas nas histórias em quadrinhos. Contudo, essa não se trata de uma história feliz.

A história de Castle não é nada mais do que o relato de um homem que encontra na dor uma justificativa para mostrar a bestialidade humana através da realização de justiça com suas próprias mãos. O assassino se torna juiz e a vítima, réu confesso, uma dualidade que não recorre unicamente ao espírito de vingança, mas também ao sentimento que serve como combustível para fazer aquilo que, em seu psicológico traumatizado justifica a atitude de seus atos, Frank se volta para o pensamento mesopotâmico: a punição em detrimento da justiça.

daredevil-punisher

Logo no início da primeira temporada, acompanhamos a metamorfose de Matt Murdock para o chamado “Demônio de Hell’s Kitchen”, iniciando sua cruzada contra o crime baseada em uma mistura entre a necessidade de fazer de sua cidade um lugar melhor e dogmas estabelecidos pelo catolicismo. Na primeira cena da Série, Matthew se encontra em um confessionário onde pede perdão pelos seus atos que serão cometidos. É dado o pontapé inicial para o desenvolvimento de uma figura que resolve os problemas de maneira mais eficiente do que os policiais. A série estabelece um questionamento: se um homem pode se levantar contra o sistema e fazer justiça conforme seu próprio pensamento, o que impede de outros não seguirem o mesmo caminho?

O ideal de justiça permanece sendo um questionamento na sociedade contemporânea. Quando o sistema é falho e omisso, o cidadão pode pegar a sua arma e decidir quem deve viver ou morrer baseado em sua moral que, muitas vezes, acaba por ser tendenciosa e parcial? A segunda temporada de Daredevil traz consigo a proposta de um debate sobre os chamados “vigilantes”, que acreditam estar fazendo a diferença através da luta contra o crime, mesmo que isso implique a quebra do código civil e jurídico.

tumblr_static_tumblr_static_5awflb7vcrcwswgs4ksok0gcs_focused_v3

Eis que surge a figura do Justiceiro, que permanece desconhecido até o terceiro episódio. Suas motivações são incertas e a brutalidade de seus atos causa um misto de pavor e admiração entre os habitantes de Hell’s Kitchen. Criticados por muitos e adorado por outros tantos, é instituída a ideia de que as ações de tal figura desconhecida podem acabar por gerar tragédias em decorrência do fogo cruzado, Matthew se vê no dever de dar um fim ao caos estabelecido pela presença do novo vigilante.

Vítima da ineficácia do sistema judiciário vinculado ao Estado e de uma conspiração que envolve gangues e militares, Frank Castle lida não só com a perda de sua família por um conflito ocasionado pela disputa do controle do tráfico de drogas, mas com a descrença na sociedade ao ponto de perder qualquer noção de moralidade inerente ao convívio social.

Em uma conversa com Matthew, Karen Page levanta a hipótese de que talvez “eles” tenham criado a figura do Justiceiro, a partir das ações do Demolidor. O termo “eles” se refere ao coletivo de toda uma sociedade corrompida pelo crime que permanece em um estado de calamidade. Se o Demolidor utiliza a técnica de lutar contra o crime deixando-o levantar novamente, o Justiceiro luta contra o crime para deixá-lo de vez em uma sepultura.

the-punisher-daredevil

O tipo de justiça de Frank Castle não é a que está escrita em dicionários ou em constituições. Para o bem da verdade, Castle nunca pensou em fazer justiça. A apresentação, os atos, a motivação e toda a violência que gira em torno do Justiceiro nada mais é do que a personificação dos desejos da sociedade contemporânea. O personagem mergulha na essência da indignação humana e traz consigo a raiva e o ódio guardado por anos diante do quadro de impunidade e corrupção.

Uni-duni-tê, salame-min-guê. A frase infantil não só remete ao livro preferido da filha de Castle, também simboliza o fracasso de um pai que não conseguiu salvar sua família. Uma noite antes da tragédia no carrossel, um pai deixou de ler um simplório livro de criança para a sua filha sem imaginar o que destino lhe reservou. No dia seguinte, ensandecido, o pai resolve tomar um caminho sem volta para matar os vermes responsáveis pelo fim de sua vida. Arma destravada, alvo selecionado, mira posicionada na sua cabeça e respiração controlada, características de um soldado nato. Uni-duni-tê, salame-min-guê

Bang.

 

Click to comment

Mais populares:

To Top